Capoeira terceira Idade 2017-06-27T16:10:28+00:00

terceira-idadeAtualmente a população da terceira idade vem se preocupando cada vez mais com a saúde e o bem estar físico e mental. Por isso vem aumentando sua procura por atividades físicas que também funcionem como uma terapia ou uma válvula de escape para o stress. A atividade física regular, liberada pelo médico e orientada por um profissional, aliado a bons hábitos alimentares e ao repouso adequado tem a capacidade de regularizar nossas funções vitais e atenuar os níveis de stress. A Capoeira em particular, é uma atividade extremamente rica em aspectos que vêm a beneficiar a terceira idade:
No que diz respeito à saúde física, a Capoeira possibilita melhorar a resistência muscular, a capacidade respiratória, o equilíbrio e a flexibilidade;
Quanto à saúde mental, os treinamentos na Capoeira trabalham o raciocínio, a concentração e a memória;
Além disso, a Capoeira tem a música e o ritmo que alegra e contagia a todos. A roda comandada pelo berimbau é o momento da descontração, da brincadeira e da integração do grupo.
A capoeira nos coloca em contato direto com nossa própria história e cultura.
É importante salientar que o objetivo da Capoeira na terceira idade está voltado para a saúde e o lazer. Como nos projetos direcionados a crianças, a carga de exercícios e a cobrança no que diz respeito ao rendimento técnico e ao condicionamento físico são moderadas. Valoriza-se principalmente o caráter lúdico e cultural da Capoeira

BENEFICIOS
A capoeira melhora o desempenho físico, corrige a postura corporal, aumenta o reflexo, a capacidade cardiorrespiratória e conseqüentemente o condicionamento físico. Além do corpo, a capoeira também desenvolve a saúde mental de quem a pratica. Melhorando a memória, desenvolvendo o raciocínio e aumentando a auto-estima.
A parte musical da capoeira, também tem o seu papel importante. Pois a música tem o poder de entreter as pessoas e fazer com que desenvolvam um trabalho em conjunto, através da percepção musical e do relacionamento com as pessoas.

Qual o limite de idade?

Não há limites. Basta ver o exemplo de Mestre João Pequeno, discípulo direto de Mestre Pastinha, que aos 89 anos ainda sustenta o título de capoeirista mais velho “em atividade”. O próprio Mestre Pastinha, quando muito velho e quase cego pela catarata, entrava na roda e era imbatível.

Fonte: Trabalho do Mestre Nelson Hilário Carneiro (Grupo Muzenza de Capoeira) Mestrando em Educação Física. UEL/UEM